Iemanjá

Iemanjá é a Senhora do Mar, ela é o próprio mar divinizado.

Ela representa a beleza, família, a maternidade e o amor.

Iemanjá é a mãe dos peixes. Os pescadores a homenageiam com procissões de barcos, onde ela é associada a Nossa Senhora dos Navegantes. O sincretismo ligou-a também a nossa Senhora da Glória, festejada em 15 de agosto e a Nossa Senhora das Candeias ou da Candelária, festejada em 2 de fevereiro.

Na mitologia romana, Iemanjá pode ser considerada a correspondente de Vênus, na mitologia grega ela recebe o nome de Afrodite. Essas duas deusas são a representação do amor, do feminino, da beleza. Seu elemento na natureza é á água do mar.

No Tarô essa Orixá tem muita ligação com o Arcanjo XVII: A Estrela, que indica um momento de esperança. Tal como Iemanjá, a Sacerdotisa, que figura nessa lâmina, está envolvida com água e é operando com esse elemento que ela realiza seu trabalho.

O Físico e o Temperamento

As mulheres e os homens filhos de Iemanjá são de corpo delicado, muito bonitos, nariz bem desenhado e fino, não são gordos, nem altos, mas sempre possuem beleza acentuada. Refletem limpeza e parecem que estão vestindo uma roupa que acabou de sair do armário. Normalmente gostam de roupas claras e confortáveis.

Ambos não apreciam ficar fora de casa o dia todo e anseiam pela hora de voltar para casa. Comportam-se gentilmente com todos, sabem perdoar e compreender os erros das pessoas com quem se relacionam. Com conjugê, com os filhos e os parentes cedem bastante, pois fazem de tudo para manter o ambiente familiar em paz.

Trabalham diligentemente, porém sem pressa, seguindo com prazer uma rotina diária constante. Seguem as tradições e os padrões já fixadas pela sociedade, sem pensar em alterá-los. Suas ações são previsíveis, quem convive com esse filho sabe exatamente o que ele vai fazer pois não gosta de estar alterando sua vida por pouca coisa.

O seu estado de ânimo é variável, suas diversas oscilações são sutis, é preciso observar para ver como ocorrem a todo instante. Depois que se conhece bem um filho de Iemanjá percebe-se que na verdade ele muda tanto quanto a lua e as marés, só que procura manter um comportamento externo igual, porque não acha justo estar fazendo todo mundo oscilar junto com ele.

Esse filho consegue o que quer sem fazer muito estardalhaço. Não usa a força ou a violência para intimidar os outros. A fé, a generosidade e a simpatia são as armas que ele utiliza para alcançar seus propósitos. Embora Iemanjá tenha tido diversos amores, seus filhos tem poucas experiências com o sexo oposto. São mais maternais com seus afetos que sensuais. Quando arrebatados por uma paixão, usam do raciocínio e da reflexão para viver o momento equilibradamente.

O amor ao seu lar e o apego à sua terra natal fazem com que sempre retornem de suas constantes viagens, saudosos e felizes por poderem rever esses lugares. Socialmente, esse filho e muito admirado, sua companhia é afável, tranquila. É cortês com todos, tem amigos que conserva através dos anos. Ele nunca abre a boca para agredir nem para falar mal dos outros. É um bom ouvinte, dá conselhos bem equilibrados.

O ciúme que os filhos de Iemanjá tem de suas coisas é grande, mas ele não se manifesta de forma agressiva. Prefere afastar de uma maneira delicada os estranhos que o perturbam.

A limpeza, o conforto e a segurança do lar são importantes para ele. A mulher filha de Iemanjá vive preocupada com a higiene de casa, pode até ser um pouco fanática por isso. O homem filho de Iemanjá precisa de ter em sua casa um ambiente harmônico, ele não tolera muito barulho, cores berrantes, bagunça.

Um dos defeitos desse filho é de ter muitas teorias de um fraternalismo que ele próprio não pratica embora preconize um mundo onde todos se dão as mãos e trabalham por um objetivo comum, ele próprio é egoísta e preocupado apenas com seus problemas pessoais. A intuição dos filhos de Iemanjá é muito acentuada. Aliada aos seus dons mediúnicos, essa qualidade pode ser uma fonte de desenvolvimento espiritual que os conduz à iluminação.

Suas palavras serão inspiradas de forma quase profética, às vezes sem perceber bem o que dizem, eles conseguem prever fatos. Os defeitos desses filhos são a inconstância, a indecisão, o desânimo, a rabugice, a intriga. Eles devem combatê-los com suas qualidades mais vibrantes: amizade, a paz, a imparcialidade, a sociabilidade, a diplomacia.

O Amor e o Casamento

O filho e a filha de Iemanjá são compreensivos, harmoniosos, pacientes, afetuosos e idealistas no amor. Sua natureza ardente é controlada e aparência nem sempre traduz o que vai no íntimo, a calma e o equilíbrio parecem muitas vezes pouca paixão. Um companheiro expressivo, que consegue fazer transparecer as emoções controladas do filho de Iemanjá é o ideal. O intenso calor de sua natureza amorosa terá expansão adequada e tornará o par perfeito.

A busca constante de harmonia define o tipo de relacionamento que o filho de Iemanjá procura. Quando encontra alguém que lhe parece perfeito, no entanto, ele costuma vacilar. Fica pensando os prós e os contras da relação, numa indecisão atroz, que muitas vezes acaba por ser fatal ao amor. Nesse momento convém ao parceiro ser decisivo, se quiser salvar o futuro da união e segurar firmemente aquilo que já conquistou.

O sorriso do filho ou filha de Iemanjá é sedutor, suas palavras cativam, sua doçura prende. Quando eles querem conquistar, não é nada feito de forma comum. Os argumentos são usados com arte, seus truques são sutis e sua atração é natural. Iemanjá seduz os pescadores e os leva às profundezas do mar. Os seus filhos são praticamente irresistíveis, tem uma facilidade inata para a conquista amorosa.

Ambos os filhos são preocupados em agradar seus parceiros procurando fazer de tudo para satisfazer seus desejos. Contudo eles falham em perceber quais as reais necessidades íntimas de seu companheiro. Não tem o poder de análise de outros filhos, enganam-se quanto a quem é importante e tomam as decisões erradas, por falta de percepção.

O mais prudente é que seu par coloque claramente quais são suas expectativas, isso facilitará muito as coisas para o filho de Iemanjá, que terá as condições para fazer o que ele tanto quer: agradar sem restrições.

Quando é jovem, o filho e a filha desse Orixá é namorador, mas não se prende por muito tempo. Eles confundem amor com amizade e muitas vezes levam um tempo enorme para conseguir dizer que seus sentimentos não são o que pensam. Os corações partidos que Iemanjá deixa pelo caminho são difíceis de consertar. O filho de Iemanjá não é volúvel. Depois que encontra uma companheira certa, ele deve ser mantido longe das tentações, mas por precaução, pois ele tem interesse vivo por qualquer mulher bonita. Como ele é comodista, isso não é difícil.

A filha de Iemanjá tem que se cuidar pois é vítima de conquistadores mal intencionados. Ela é confiante e ingênua na juventude e deixa-se iludir com facilidade. Mais tarde, será ela que gostará de conquistar e fascinar os homens. Quando se casa costuma ser fiel, mas convém o marido procurar agradá-la constantemente pois ela será alvo do desejo de outros homens, aos quais não dá nenhum incentivo.

Trabalho e Dinheiro

Os campos onde o filho de Iemanjá poderá conseguir uma aplicação correta dos seus talentos são a psicologia, a estética facial e corporal, as artes em geral, o trabalho com líquidos, as viagens. Ele é idealista, se envolve em projetos futuristas. Felizmente tem aptidão para visualizar algo em que possa criar circunstâncias ideais de realização. Aplicação prática torna suas concepções boa fonte de renda. As sociedades costumam favorecer o filho de Iemanjá.

Ele é diplomático e se conseguir um sócio agressivo, inovador e pioneiro terá uma ajuda essencial ao seu progresso. As qualidades criativas são o ponto de partida em que esse filho precisa se posicionar. Nada que o faça seguir as regras impostas irá lhe proporcionar satisfação profissional. Uma posição que o obrigue a estar constantemente tomando decisões rápidas irá cansá-lo. Ele precisa de uma situação na qual possa elaborar seus pensamentos e na qual possa pesar tudo com calma. Também é comum que ele peça opiniões a todos. É seu costume perguntar aos outros, mesmo os não envolvidos no assunto, o que eles pensam. Vai levar em consideração os comentários, antes de se decidir finalmente.

O trabalho de equipe agrada muito o filho desse Orixá. Ele gosta de ver várias pessoas agindo por um objetivo em comum. Isso o incentiva a produzir e ele acabará assumindo parte do serviço de outros. Nesses momentos ele fará surgir suas qualidades de liderança, não será um domínio imposto, serão seus companheiros que se sentirão bem sob sua orientação e que farão dele o líder.

Ele aprecia ser juiz das disputas que acontecem no trabalho. Os colegas e os subordinados levam a ele suas reivindicações, deixando a sua vontade a decisão do que fazer. Os direitos e os salários serão bem defendidos pelo colega de Iemanjá, que será bastante hábil para conseguir vantagens para seus companheiros.

Ele gosta de discutir, não impõe suas ideias, prefere argumentar, nem que isso seja exaustivo e demorado.

Saúde

Os filhos de Iemanjá tem boa saúde quando conseguem uma vida equilibrada. Tudo o que eles fazem em excesso possuem um resultado negativo em seu físico e mente. As pedras dos rins, as dores renais, os distúrbios no aparelho urinário, as verrugas, feridas, machucados, cicatrizes ou pancadas nas nádegas, são as primeiras manifestações que seu corpo sofre quando desarmônico.

Os doces e as bebidas alcoólicas são responsáveis pelos problemas de obesidade, estômago, pele, rins e bexiga. As dores de cabeça, as coceiras e os furúnculos refletem também esses excessos. O peito e os pés são outros pontos sensíveis no filho de Iemanjá que pode sofrer resfriados fortes ou pneumonia, além de pancadas e ferimentos nesses lugares.

Quando doente, esse filho torna-se mal relacionado com o ambiente onde vive, é agressivo, sem raciocínio equilibrado e totalmente indeciso, incapaz de qualquer ação produtiva.

O Homem de Iemanjá

Ele é bondoso, delicado, justo, sedutor, imparcial, equilibrado, intuitivo, suave. Como quer ser aceito socialmente é muito sensível às opiniões que os outros têm sobre ele. Às vezes ele não concorda com o que falam a respeito e fará tudo para convencer a pessoa de mudar de pensamento, usando argumentos bastante sólidos. Não suporta grosseria, a vulgaridade, a falta de refinamento. Esses comportamentos são intoleráveis para ele, que tem dificuldade de conviver com pessoas assim.

O amor de um filho de Iemanjá é intenso e ardente. Ele faz do romance uma arte requintada. Os truques e estratégias que usam são aplicadas com sutileza inata. Escapar da sua sedução é difícil e dá trabalho, pois é preciso impedi-lo de se aproximar. Uma vez que ele conseguiu cativar, sente-se confuso e teme ir adiante com o romance. É muito difícil leva-lo ao altar. O homem de Iemanjá sabe guardar segredos, ele gosta de receber confidências e sabe conservá-las para sempre secretas.

Depois de casado ele será ainda mais caseiro, seu lar deve ser bem organizado e limpo. Com seus filhos este homem é calmo e disciplinador. Não grita com eles nem os castiga, prefere educá-los com firmeza e autoridade, sendo justo.

A mulher é para ele mais importante do que os filhos e seu amor estará concentrado nela. Alguns homens, filhos de Iemanjá decidem-se a não ter filhos, outros tem apenas um.

A Mulher de Iemanjá

Ela é a mais amorosa das mulheres, a mais delicada e feminina de todas. Considerada bela como sua Orixá, ela é vaidosa e sedutora. Muitas filhas de Iemanjá são loiras e mesmo as morenas parecem claras. Seus traços são suaves e finos, ela é reservada e procura não chamar a atenção. Não usam maquiagem forte, preferem os tons pastéis, arruma bem o cabelo. Quando envelhece fica com os cabelos brancos, sem pintá-los.

Desde jovem, essa moça procura ser independente. Ela é intelectual e procurará estudar para subir na vida. O atrativo dela está na sua parente fragilidade. A mulher de Iemanjá parece totalmente indefesa, carente de cuidados e atenções, despertando no homem sua natureza protetora.

Quando moça é muito admirada e cortejada. Sua vida torna-se complicada porque não consegue dizer não, preferindo dar atenção a todos que a procuram. Algumas filhas de Iemanjá levam um tempo mais que razoável para se resolver e acabam ficando sem ninguém.

O comércio, os negócios com líquidos fazem parte constante de suas atividades. Ela tem poder de análise, é boa para comandar uma equipe, tem sensatez e equilíbrio com as finanças. Apenas não peça que ela se decida rápido por alguma coisa, uma mulher filha de Iemanjá precisa de tempo para se resolver, se forçada a fazê-lo sem analisar algum aspecto da questão, ela muda de ideia quando menos se espera.

Ela é uma das poucas mulheres que não contam os segredos que lhe são revelados. Uma outra face da Iemanjá dota suas filhas de firmeza. Apesar de delicada, ela pode ser bastante teimosa quando se trata de exigir o que julga seu de direito. Quando a lua muda de fase, essa filha também muda. Ela é completamente regida por este astro, sofrendo alterações a cada semana.

Em cada filha de Iemanjá há um pouco de homem, assim como em cada filho desse Orixá há um pouquinho de mulher. Ambos são como as ondas do mar, que às vezes ficam revoltas. Quando tudo passa, o equilíbrio retorna trazendo a bonança da paz.

A mãe de Iemanjá é excelente para os filhos menores. Elas protegem de tudo, satisfaz todas as suas necessidades, mimando-os ao extremo. Quando crescem, as crianças já não a interessam tanto. Ela está mais preparada para lidar com os filhos quando pequenos do que na adolescência e na fase adulta. A sua família terá sua estrutura bem formada. O pai deve ter o poder principal, além da obrigação de ser o provedor. Ela cuidará da casa e da educação dos filhos, que deverão respeito e obediência a ambos.